28 de agosto de 2100, de acordo com o pior cenário climático

19 de dezembro de 2019

Via Redação | InfoSãoFrancisco

 


Projeto de organização estadunidense cria mapa de como seriam as variações de temperatura no final desse século, se fossem confirmadas as piores previsões, de acordo com o relatório RCP 8.5 da ONU, de modo a alertar sobre as implicações do desastre climático na produção mundial de alimentos

 

Quando fechamos o ano de 2019 com o registro de temperaturas extremamente elevadas (as maiores nos últimos 140 anos segundo a agência NOAA – National Oceanic and Atmospheric Administration, nos Estados Unidos da America), quais seriam as perspectivas futuras, caso as sociedades, países, não tomem efetivas medidas para impedir o aquecimento do planeta?

Foi pensando na questão da não tomada de iniciativa por parte dos países, porém ainda em 2018, de forma preventiva, que surgiu o projeto 28 de agosto de 2100.

O projeto foi realizado pela organização não governamental estadunidense Bread for The World no final de 2018 e passou despercebido por boa parte da mídia. Talvez por ser considerado alarmista, ao adotar como modelo de mudança climática o relatório RCP 8.5 produzido pela ONU – Organização das Nações Unidas, considerado como um dos mais pessimistas, porém com dados que não estão descartados, necessariamente.

A América do Sul em 28 de agosto de 2017. Imagem | August 28, 2100

A apresentação 28 de Agosto de 2100 pretendia chamar a atenção das pessoas sobre a estreita relação entre o desastre das mudanças climáticas e a fome no mundo.

O mapa cobre cento e cinquenta anos (de 1950 a 2100) de variações de temperatura com dados a partir de medições já realizadas e estimativas futuras. Estas últimas, baseadas em material produzido pela NEX-GDDP NASA Exchange Global Daily Downscaled Projections (com temperaturas diárias mínimas e máximas). A interação possibilita que se obtenha as temperaturas (registradas e estimadas) em locais específicos, bastando percorrer o mapa com o ponteiro do mouse.

Acesse o 28 de agosto de 2100 e veja um possível cenário futuro.

 

Leia ainda, para entender melhor

Mudanças climáticas na bacia do rio São Francisco: Uma análise para precipitação e temperatura

A ONU e as mudanças climáticas

Fontes

NOAA – National Oceanic and Atmospheric Administration

Bread for The World

NEX – GDDP NASA

Maptian

 


◊ Imagem em destaque – A América do Sul em 2100 segundo o relatório da ONU RCP 8.5.  Recorte Project August 28, 2100


 

 


×

Encontre a localização

Encontrar

Resultados:

Latitude:
Longitude:

Zoom:

Finalizar geocodificação

×

Envie um artigo

Você tem notícias para compartilhar da bacia do Rio são Francisco? Contribua para este mapa enviando sua história. Ajude a ampliar a compreensão do impacto global dessa importante região no mundo.

Encontre localização no mapa

Encontre localização no mapa