Foto Reportagem: Algas, vegetação e águas tóxicas

31 de março de 2021

|FOTO REPORTAGEM
por CARLOS E. RIBEIRO JR e DAIA FAUSTO | InfoSãoFrancisco

A situação da infestação de algas e vegetação aquática invasoras em todo o Baixo São Francisco permanece ignorada assim como seus graves efeitos: a população difusa do sertão à foz não tem seu direito de acesso à água de qualidade garantido.

21 fotos

As imagens correspondem a uma das atividades de monitoramento, que nos fizemos no alto sertão quando se observa o aumento do impacto brutal dos bancos de elódeas e algas em localidades e povoados.

CT-Not-Txt-081-21

01– As bombas de captações de água  na Mata Comprida todas  submersas entre elódeas e algas. Foto: Carlos E. Ribeiro Jr./InfoSãoFrancisco

CT-Not-Txt-082-21

02– Na Mata Comprida, as largas faixas na superfície (afloração dos organismos na água mais rasa) em decomposição. Foto: Carlos E. Ribeiro Jr./InfoSãoFrancisco

CT-Not-Txt-083-21

03 – A transparência da água permite ver a zona submersa inteiramente ocupada. Foto: Carlos E. Ribeiro Jr./InfoSãoFrancisco

CT-Not-Txt-085-21

04– Os bancos de algas e vegetação, com as variações horárias das vazões da UHE Xingó, se acumulam sem cessar criando uma faixa altamente tóxica. Foto: Carlos E. Ribeiro Jr./InfoSãoFrancisco

CT-Not-Txt-086-21

05 –  Sem qualquer suporte por parte de órgãos públicos, as populações se encontram entregues à própria sorte. Foto: Carlos E. Ribeiro Jr./InfoSãoFrancisco

CT-Not-Txt-088-21

06 – A infestação dos organismos é um caso de saúde coletiva ignorado pela gestão das águas e, sobretudo, pelo setor elétrico que, de fato, domina o sistema. Foto: Carlos E. Ribeiro Jr./InfoSãoFrancisco 

CT-Not-Txt-090-21

07 – Sem correnteza, as zonas na borda do espelho d’água se transformaram em ambiente de água completamente parada. Foto: Carlos E. Ribeiro Jr./InfoSãoFrancisco

CT-Not-Txt-091-21

08 – A faixa submersa em alguns pontos chega a várias dezenas de metros, ocupando a calha do rio, em ambas as bordas. Foto: Carlos E. Ribeiro Jr./InfoSãoFrancisco

CT-Not-Txt-092-21

09 – Foto: Carlos E. Ribeiro Jr./InfoSãoFrancisco

CT-Not-Txt-093-21

10 – Com a vegetação, a navegação difusa, o acesso á água e aos portos são comprometidos. Foto: Carlos E. Ribeiro Jr./InfoSãoFrancisco

CT-Not-Txt-096-21

11 – Na Taperinha, o mesmo problema é verifica-se no barranco, o efeito erosivo das pancadas provocadas pelas variações de vazão. Foto: Carlos E. Ribeiro Jr./InfoSãoFrancisco

CT-Not-Txt-095-21

12 – Foto: Carlos E. Ribeiro Jr./InfoSãoFrancisco

CT-Not-Txt-097-21

13 – No Saco, início da região pedregosa que se estende até Piranhas, com a vazão extremamente reduzida, a visão das rochas aparentes. Foto: Carlos E. Ribeiro Jr./InfoSãoFrancisco

CT-Not-Txt-098-21

14 – No través do Curralinho, a coloração da água completamente saturada de algas. Foto: Carlos E. Ribeiro Jr./InfoSãoFrancisco

CT-Not-Txt-099-21

15 – Foto: Carlos E. Ribeiro Jr./InfoSãoFrancisco

CT-Not-Txt-101-21

16 – No Papagaio, abaixo do Pantaleão, onde antes corria muita água, uma zona estagnada. Foto: Carlos E. Ribeiro Jr./InfoSãoFrancisco

CT-Not-Txt-102-21

17 – A faixa mais clara na rocha testemunha o nível relacionado à água retida. Foto: Carlos E. Ribeiro Jr./InfoSãoFrancisco

CT-Not-Txt-103-21

18 – No través do Curralinho e Pantaleão, os bancos de areia colorizados pela saturação de algas. Foto: Carlos E. Ribeiro Jr./InfoSãoFrancisco

CT-Not-Txt-105-21

19 – No sítio Lagoa, com acesso com acesso completamente comprometido, o pequeno produtor se encontra em situação de total vulnerabilidade. Foto: Carlos E. Ribeiro Jr./InfoSãoFrancisco

CT-Not-Txt-104-21

20 – Com sua bomba “pescando” alguma água para seu plantio de bananeiras. Foto: Carlos E. Ribeiro Jr./InfoSãoFrancisco

CT-Not-Txt-106-21

21 – A faixa de vegetação e algas no través da Lagoa confere calado médio de menos de metro. Foto: Carlos E. Ribeiro Jr./InfoSãoFrancisco

Imagem em destaque – Na Mata Comprida, inúmeras famílias desassistidas, sem água de qualidade . Foto: Carlos E. Ribeiro Jr | InfoSãoFrancisco


×

Encontre a localização

Encontrar

Resultados:

Latitude:
Longitude:

Zoom:

Finalizar geocodificação

×

Envie um artigo

Você tem notícias para compartilhar da bacia do Rio são Francisco? Contribua para este mapa enviando sua história. Ajude a ampliar a compreensão do impacto global dessa importante região no mundo.

Encontre localização no mapa

Encontre localização no mapa