Vazões no Baixo sobem para 1.300 m³/s: atender exclusivamente ao setor elétrico

25 de junho de 2020

BAIXO SÃO FRANCISCO | OPERAÇÕES DE BARRAMENTOS
REDAÇÃO 

Mudança na vazão a jusante de Xingó, mais uma vez, segue prioritariamente determinações do ONS – Operador Nacional do Sistema, mantendo o padrão de não reconhecimento da crítica situação das populações e ecossistemas do Baixo São Francisco

Através da Carta Circular SOO-026/2020 a CHESF – Companhia Hidro Elétrica do São Francisco, comunicou (na data de hoje, através de correio eletrônico recebido às Segundo a AIDA -14:49) alteração nas operações da UHE Xingó que, a partir de hoje (data da circular) a vazão passaria dos atuais 1.100 m³/s (hum mil e cem metros cúbicos por segundo) para 1.300 m³/s (hum mil e trezentos metros cúbicos por segundo).

 

Veja abaixo, a região afetada, entre a UHE Xingó, em Piranhas, e a foz do São Francisco, nos municípios de Piaçabuçu, AL e Brejo Grande, SE.

static Mapbox map of the San Francisco bay area

A mudança do patamar de vazões ocorre a partir de determinação do ONS – Operador Nacional do Sistema, sempre deixando muito claro que o controle das águas do Velho Chico é completamente submisso ao setor elétrico, com o suporte dos demais entes do sistema da chamada gestão participativa e democrática.

Devem ser considerados os volumes atuais de Sobradinho e Itaparica, acima de 80%, ambos, além do padrão NORMAL da situação de toda a bacia, segundo a ANA – Agência Nacional de Águas

Gráfico – ANA

Desde 2013 as populações do Baixo São Francisco – em particular as difusas – estão enfrentando situações extremas de não acesso à água de qualidade para uso humano, ao mesmo tempo que ecossistemas aquáticos e de transição com zonas no limite do espelho d’água e terra firme sem que tenham sido beneficiadas com vazões adequadas.

Nota: o comunicado da CHESF foi registrado no sistema de correio eletrônico desta entidade às 14: 49, quando já era observada alteração na vazão na estação Reserva Mato da Onça, situação que mantém a relevância da necessidade do acesso público aos dados de vazão instantânea na saída da UHE Xingó. 

 Veja abaixo o ofício da CHESF

Acervo CanoaDocs. Origem CHESF

Fontes

CHESF – Companhia Hidro Elétrica do São Francisco

ANA – Agência Nacional de Águas

Imagem em destaque – Composição UHE Xingó x Águas do Baixo São Francisco. Canoa de Tolda com imagem de divulgação


×

Encontre a localização

Encontrar

Resultados:

Latitude:
Longitude:

Zoom:

Finalizar geocodificação

×

Envie um artigo

Você tem notícias para compartilhar da bacia do Rio são Francisco? Contribua para este mapa enviando sua história. Ajude a ampliar a compreensão do impacto global dessa importante região no mundo.

Encontre localização no mapa

Encontre localização no mapa